Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2012

"Idanha-a-Nova"

Depois de uns diazitos de férias, já tinha vontade de dar umas pedaladas com a minha asfáltica. Na companhia do António Leandro e do Jorge Palma, fomos hoje dar uma volta, num percurso circular com passagem em Idanha-a-Nova, onde pretendía-mos tomar o cafézinho matinal. Saímos da cidade pelas 07h e rumámos a Olêdo, com passagem por Escalos de Baixo, Escalos de Cima e S. Gens. A manhã estava bem fresca e com uma neblina que se manteve até à passagem por Idanha. Como ainda era cedo, o bar do supermercado ainda estava fechado. Descemos então à Sra da Graça e parámos no café, onde tomámos a habitual dose cafeínica. Já um pouco mais compostos com o cafézinho tomado, rumámos à Rotunda junto ao Rio Aravil, onde voltámos à esquerda em direção ao Ladoeiro. Entrámos na variante, evitando a passagem pelos trepidantes paralelos e seguimos até Monforte da Beira, onde efetuámos nova paragem, no café do Joaquim Padeiro e ali tomámos uma bebida fresca e atestámos os bidons. Rumámos depois ao Rio Ponsu…

"IV Passeio de Btt de Olêdo"

Mais um belo passeio de Btt  na nossa região. Idealizado e criado por betêtistas, para betêtistas. Bonitos trilhos com alguns single tracks e passagens singulares, preencheram a edição deste ano, onde a "mão de obra" estava bem presente na limpeza de alguns trilhos. Trabalho de uns, para divertimento de outros. Quero com isto dizer, que esta rapaziada ao assumir o compromisso de organizar este passeio, fê-lo com sentido de responsabilidade, com saber e com mestria. Simples e acessível à maioria dos participantes. Levantei-me cedo, preparei a bike, meti-a na mala do carro e rumei a Olêdo. Eram 07h15. Sabia que o pequeno almoço ali por aquelas bandas era apetecível. Eu diria mesmo que foi mais um banquete, que um pequeno almoço. Já almoçei muito menos e com menos qualidade, em eventos onde o preço por participação era bem mais elevado. Chegado a Olêdo, fui cumprimentando alguns amigos e por ali me entretive na conversa. Preparei a bike e quando me dirigia para o local de partid…

"Mata da Rainha"

Em virtude das altas temperaturas que se têm feito sentir, eu e o Jorge Palma, resolvemos sair hoje a dar umas pedaladas pelas 07h. Juntou-se-nos o António Leandro, que nos acompanhou até ao cruzamento para a Orca, pois tinha compromissos e teria que estar mais cedo na cidade. Partimos em direção aos Escalos de Baixo, passámos por Escalos de Cima e S. Gens, onde afrontámos a primeira dificuldade do dia, na subida a S. Miguel d'Acha, onde acabámos por efetuar a primeira paragem, no Café da D. Maria, para abastecermos de cafeína. Alguns momentos de conversa e retomámos as nossas pedaladas, agora em direção à Mata da Rainha. O Leandro despediu-se ao cruzamento seguinte, rumando à Orca, e nós continuámos conforme previsto, passando ainda pela Aldeia de Santa Margarida. Voltámos a parar na Mata da Rainha, para nos refrescarmos com uma bebida fresca, no café local. O calor já abrasava, aconselhando-nos a andamentos moderados, sem esquecer a hidratação, pois o "homem da marreta"…

Transpirenaica - "Etxalar - Hondarríbia"

Dia 14 - "Etxalar - Hondarríbia" 56 Kms

Chegara finalmente o último dia desta grande aventura pirenaica. Esta última etapa, a mais curta de todas, contemplava ainda assim, umas duras subidas até atingir Hondarríbia. Pela manhã, o pessoal, como sempre, apresentou-se alegre e bem disposto na sala de "desayuno", para o último pequeno almoço em terras de "nuestros hermanos". Fomos buscar as bikes à arrecadação onde tinham ficado e pela última vez, lubrificámos correntes, montámos alforges e demos um último olhar preventivo. Saímos do Hotel e rumámos à povoação de Etxalar, onde demos início a uma muito dura subida ao Collado de Lizarreta, valendo-nos o espetacular entorno, com belas e únicas paisagens. Parámos na Venta Yasola, no limite da fronteira espanhola e hidratámo-nos com um par de "aquarius" bem fresquinhas enquanto descansávamos um pouco. Seguiu-se um bonito trilho sempre em subida até às proximidades do "Cumbre de Subizia", onde reg…

"Passeio até à Raia"

Acompanhado pelo António Leandro, fomos hoje dar um passeio com as nossas asfálticas até à zona da Raia. Saímos da cidade pelas 07h30, para fugir um pouco ao calor previsto para hoje e fomos tomar o cafézinho matinal ao Ladoeiro, com passagem por Escalos de Baixo. Tarefa cumprida e era hora de continuar. Fomos até à Rotunda nas proximidades da Velha Ponte Medieval sobre o Rio Aravil e rumámos à Sra da Graça, no sopé do cabeço onde lá no alto, se situa Idanha-a-Nova. Desta vez não subimos a Idanha e rumámos de novo ao Ladoeiro, continuando até Monforte da Beira, onde efetuámos nova paragem no Café do Joaquim Padeiro para beber algo fresco, que o calor já fazia mossa. Um pouco mais hidratados, virámos entáo o azimute à cidade, para enfrentar práticamente a única dificuldade montanhosa do dia . . . a Subida dos Enfestos e a da Sapateira, debaixo duma temperatura já muito acima dos 30 graus. Já na cidade, onde chegámos cedo, após 94 kms a pedalar, parámos no Café Golfinho e por ali nos entr…

"Ratinhos e Vale de Pousadas"

Hoje fui ter com a rapaziada às "Docas" para uma voltinha de Btt. Compareceram também o Fidalgo, o Nuno Eusébio, o Álvaro, o Pedro Antunes e o Dário. Como e expetativa neste domingo era para os lados do Tostão e Serrasqueira,  fomos abastecer de cafeína a Vale de Pousadas. Saímos já pelas 08h15 e fomos até à Serra das Olelas, com passagemn pelo Monte do Rei e Vales da Dona e das Quedas. Cruzámos os subúrbios do Retxo e pelo Vale do Gamão fomos até á Barragem das Sarnadas, onde tomámos o rumo ao Monte dos Ratinhos. Chegámos a Vale Pousadas acompanhando a Ribeira dos Tamujais e parámos no Café, no largo principal da aldeia, para o cafézinho da praxe. Já recuperados, continuámos o nosso passeio de hoje, saindo da aldeia pela Vidigueira, em direção a Alfrívida, com passagem pela Vinha do Torão. Fizemos um pouco de asfalto e entrámos no trilho para o Monte da Macarra e, um pouco antes do arraial, subimos por um engraçado trilho, seguindo uma curva de nível até ao Chão da Amoreira, …

"Fundão"

Como é habitual, sábado é dia de pedaladas asfálticas. Assim, na companhia do amigo Paulo Jalles, fomos hoje tomar a matinal dose de cafeína à cidade do Fundão. Saímos da cidade pelas 08h e com passagem pela zona Industrial de Alcains e Alpedrinha, chegámos ao Fundão e parámos na Pastelaria Arte e Tradição, onde bebi a malguinha cafeínica e o Paulo, a sua habitual água das pedras. Dois dedos de conversa e seguimos o nosso passeio de hoje, rumando ao Vale d'Urso, com passagem por Souto da Casa e Vale Mendinho. Aqui, atestámos os bidons de água na fonte local, a debitar bastante nesta altura do ano e continuámos a nossa ascensão ao alto da Paradanta, com uma bela panorâmica sobre a Serra do Açor. Estávamos a contornar a Serra da Gardunha e, no cruzamento para o Casal da Fraga, virámos à direita para Almaceda, com passagem pelas aldeias de Pereiros e Partida. A partir daqui o vento aumentou substancialmente, causando-nos bastante dificuldade na progressão. Em Almaceda parámos na Paste…

"Sobrainho da Ribeira"

Hoje, na companhia do Jorge Palma, fomos efetuar um passeio com as nossas asfálticas. Saímos da cidade pelas 08h00 e rumámos a Vila Velha de Rodão, com passagem por Sarnadas e Coxerro. Parámos na Bolaria Rodense, na zona industrial onde tomámos calmamente o cafézinho matinal. Subimos ao Gavião de Rodão e Tavila e descemos ao Rio Ocreza, com passagem por Alvaiade e Sarnadinha. Aqui parámos para absorver um pouco daquela bonita panorâmica e após um par de fotos, subimos em direção aos Bugios. Não entrámos na povoação e virámos à esquerda para o Gaviãozinho, continuando para a Fonte Longa, Sopegal e Cabeça Gorda, onde entrámos na N.233 até à Ponte Medieval sobre a Ribeira do Alvito. Acompanhámos a Ribeira até à Cerejeira, dando uma mirada na Praia Fluvial da Couca. Não descemos à praia, por o piso não estar alcatroado e nós estarmos de asfálticas. Continuámos em ascensão até ao Sobrainho da Ribeira, onde entrámos na estradinha que faz ligação a Sarzedas, onde efetuámos nova paragem para a…

Transpirenaica - "Roncesvalles - Etxalar"

Dia 13 - "Ronvescalles - Etxalar" - 75 kms.

Um bom "desayuno" no "comedor" da Posada, foi o início para mais uma dura etapa da travessia pirenaica, a penúltima, para atingir os longos areais de Hondaríbia e o "Tren Sud Express", em Irun, que nos traria de retorno a casa. Começámos logo com a suave ascensão ao Puerto Ibañeta, que tão gratas recordações me trouxe da minha aventura de asfáltica de Castelo Branco a Lourdes (França) em 2002, recordando a lindíssma e adrenalínica descida do puerto a Arnéguy, a pequena povoação fronteiriça com ligação a S. Jean Pied Port, onde terminei essa já longínqua etapa. Chegados ao alto de Ibañeta, o primeiro de referência para os peregrinos de Santiago, virámos à esquerda, sempre em ascensão, pedalando numa das mais importantes zonas de passagem de aves migratórias entre a Península Ibérica e o Norte da Europa. Tinhamos já entrado em território Francês. Seguiu-se uma longa e suave descida entre bonitos e sombrio…

"Trilhos Beirões"

A convite do amigo Abílio Fidalgo, desloquei-me ontem até à Aldeia de Pomares, no Distrito da Guarda, para mais um convívio de btt. Acompanharam-me o Nuno Eusébio e o Pinto Infante. Saí de Castelo Branco pelas 06h30, com o Nuno Eusébio e passei pela Lardosa a buscar o Pinto Infante. Chegámos a Pomares ainda antes das 08h e reunímo-nos ao pessoal que já por ali se encontrava de volta da mesa com algumas iguarias, para que a rapaziada não se fosse abaixo nas "canetas". A partida foi dada pelas 08h30 com os 13 amigos que se juntaram para este dia de convívio. À saída de Pomares, entrámos logos numa excelente seção de trilhos, que se iriam extender por toda a manhã. A primeira povoação que cruzámos foi Penhaforte e trilhos entre quelhas, bonitos single tracks e algumas seções um pouco mais fechadas, derivado ao avanço do mato, foram uma constante. Passámos ao lado do Salgueiral e lá mais à frente chegámos a Cheiras, onde o pessoal já andava com o nariz no ar a ver se cheirava alg…

Transpirenaica - "Ansó - Roncesvalles"

Dia 12 - Ansó - Roncesvalles" - 105 kms

Tinha gerado alguma espetativa relativamente a esta etapa, pois iria cruzar a famosa Selva de Irati, um paraiso da natureza, localizado nos Vales de Aezkoa e Salazar. Saímos de Ansó para esta longa etapa, percorrendo inicialmente o vale com o mesmo nome e ladeando o Rio Veral. À saída do Vale de Ansó, vislumbrava-se já as aprazíveis pradarias do vale de Zuriza e Bosque de Archibri, enquanto íamos ascendendo ao Puerto de los Navarros. Pedalávamos já pelo Vale de Zuriza e Barranco de Belabarce. Foi um desfrutar de magníficas paisagens até chegarmos a Isaba, através de um dificil "sendero", muito pouco ciclável. Tinhamos ultrapassado já a placa indicativa de que estávamos em território Navarro. Em Isaba entrámos num mini-mercado, onde nos abastecemos e fomos comer para um bonito jardim no centro da localidade. Após este frugal almoço, retomámos as nossas pedaladas, adentrando-nos na parte superior do Vale do Roncal, ladeando o bonito R…