Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2011

"X Raid AC-Trilhos e Aventuras (Sierra de Gata)

9 companheiros quiseram participar na 10ª. edição dos meus raides. (AC-Trilhos e Aventuras) AC, Silvério, Pedro Barroca; o meu irmão Luís, Pedro Ferrão, Tiago, Micaelo, Luís Lourenço e Domingos. Com pena minha, não pude ter a companhia do João Afonso, um dos elementos da equipa principal, nestas lides dos raides, por doença, assim como o Chico, também por lesão e do Carlos Sales por compromissos de última hora. Mas animação não faltou durante todo o percurso. Os trilhos, como sempre nesta bonita serra, fabulosos e adrenalínicos. De facto não aconselhado à rapaziada do btt virtual!!! Aqui, ou se tem já algum domínio da máquina e as subidas são apenas mais um obstáculo a vencer, ou é mesmo um suplício. O grupo, esse, era bastante homogénio. Toda a rapaziada, já habituada a este tipo de dureza, transformou todas as dificuldades em pura diversão. Sem queixumes, nem desistências!!! Os meus parabéns a todos eles. A saída deu-se pelas 06h30 de Castelo Branco e na Lousa apanhámos o Tiago e nas Aran…

"Atalaia do Campo"

Hoje e como já é habitual, mais uma vez me juntei à rapaziada, junto à Rotunda do Modelo. Era uma "catrefeda" deles que se calhar nem me lembro do nome de todos. AC, Jorge Palma, Álvaro, Leandro; Filipe, Afonso, Joaquim Cabarrão, Fernando e dois jovens, cujos nomes não me vêm à memória. Lá saímos, depois das indecisões do costume, e fomos, inicialmente sem saber para onde, em direcção à Atalaia do Campo. Entre os Escalos de Baixo e os de Cima, encontrámos o Pinto Infante, numa das suas voltas em solitário e que se nos juntou. À passagem na Lardosa, cruzámo-nos com o grupo do José Cavaca da Covilhã e ninguém parou. Vá-se lá saber porquê. Toda agente se ficou com um . . . Oi, bom dia!!! Isto já não é o que era. Vivemos mesmo numa época conturbada. Já nem há tempo para cumprimentar os amigos, ou companheiros do pedal. Diz-se por aí, que o tempo é dinheiro. Neste caso será o quê!!! Bem. Lá continuámos, passando ainda pelo Vale da Torre e Zebras, num constante zigue - zague a fugir às a…

"S.Miguel D'Acha"

Depois de dois dias desgastantes de btt, não pelo volume quilométrico, mas pela busca de passagens e novos trilhos, nada melhor que uma voltinha com a "anorética". Pelas 09h, saí na companhia do Silvério e fomos tomar cafézinho matinal a S. Miguel D'Acha. Parámos no Café da Dª. Maria. tomámos o cafézinho e por ali nos mantivemos um pouco à conversa. Se até ali, o vento foi um adversário de "peso", a partir dali, foi um ótimo auxiliar. Rumámos a Idanha-a-Nova, virando seguidamente à direita para S. Gens, com passagem em Oledo. Passámos ainda os Escalos de Cima e de Baixo, antes de entrar na cidade, pelas 12h, com 79 kms percorridos, numa bonita e solarenga manhã, apesar de algo ventosa. <> Fiquem bem Vêmo-nos nos trilhos . . . ou fora deles. AC

"II Raid de Malpica, em busca de novos trilhos"

Mais uma manhã trabalhosa. Daquelas em que o trabalho dá prazer!!! Hoje, na companhia do amigo Silvério, enfiámos de novo as bikes na "ramona" e rumámos a Malpica. Com mais tempo livre, fomos em busca duma passagem, que sabia existir e que faria a transposição dum ribeiro. Estar lá, estava. Mas completamente fora de questão, passar naquele local. Corremos quase toda a ribeira em busca de nova passagem, mas conseguimos. E que passagem!!! Obrigado senhoras ovelhas, pelo espectacular trilho que "pata a pata" fosteis delineando ao logo do tempo. Das 09h as 12h30 para apurar 7 dos 27 kms pedalados, fora as centenas de metros feitos a pé, depois de deixar a bike encostada a uma oliveira, ou azinheira. A coisa, está a ficar linda. Uma "catrefada" de singles, nunca dantes pedalados e bonitos trilhos é o que espera a rapaziada que participar neste "II Raid Tejo Internacional - Malpica do Tejo" Vão já treinando o equilíbrio em cima da bike, porque o divertimento,…

"Preparação do II Raid Tejo Internacional em Malpica do Tejo"

Este ano, foi-me pedida a minha colaboração na organização do "II Raid Tejo Internacional" em Malpica do Tejo. Como habitualmente, estou sempre recetivo a ajudar, nestas lides das bikes, desde que não hajam segundas intenções e sobrtetudo, quando as pessoas merecem e confiam no meu trabalho. Adoro andar de bike. Faço-o por puro prazer, extraindo o máximo, da aventura que esses momentos proporcionam. Gosto sobretudo de partilhar esses momentos com os amigos. Aqueles que como eu, partilham dessa filosofia. Por isso, ando sempre em busca de novas aventuras e de novos desafios que me provoquem esse sentimento. Simplesmente, faco-o . . . e já está. Parto para outra. Essa, já foi!!! Hoje, na companhia do amigo Silvério, enfiámos as bikes na minha "ramona" e fomos até Malpica do Tejo, espreitar uns trilhos para o Raid de Malpica, que tinha delineado. Algum trabalho em conseguir algumas passagens, mas o esforço foi recompensado. Não vou ainda divulgar os locais, mas garanto desde…

"Soalheira"

Hoje, juntámo-nos no Modelo, eu, o Silvério, o Filipe, o Fernando, o Joaquim Cabarrão e o Salvado. Por sugestão do Fernando, fomos até à Soalheira, com intenção de tomar o cafézinho matinal nas Bombas de Combustível. Deois de passarmos à zona industrial de Alcains e a rotunda da Lardosa, virámos à esquerda para a estrada da Barragem da Marateca, onde o Ti João e o Tó Pinto se nos juntaram, perfazendo agora, um grupo de oito companheiros. Tomámos então o café nas citadas bombas e hoje, a conversa converteu-se no conto de algumas anedotas, mantendo o pessoal divertido. O ritmo, era o adequado à época, ( para cicloturistas, claro) calmo e descontraído. à chegada a Alcains, virámos à esquerda, pela variante e nova passagem sobre a via férrea, com rumo aos Escalos de Baixo, onde deixámos o Ti João. Até á cidade, foi um instante. Chegámos pelas 12h10, com 68 kms percorridos em alegre cavaqueira. <> Fiquem bem. Vêmo-nos nos trilhos . . . ou fora deles. AC

"Bugios"

Hoje, tinha combinado com o Pedro Barroca, ir dar uma voltinha com a "anorética". No Modelo, juntaram-se a nós o Leandro, o Nuno Maia e outro companheiro que agora não recordo o nome. Saímos da cidade pelas 08h10 e rumámos aos Bugios, com passagem na Taberna Seca, Vilares, Cabeço do Infante, Santo André das Tojeiras e Vale da Pereira. O companheiro que nos acompanhava e cujo nome não recordo, voltou para trás, no Cabeço do Infante, alegando que já há uns tempos que não andava. Nos Bugios, parei junto à casa do meu amigo "Zé", que não deveria andar longe, pois tinha a viatura estacionada no quintal. Lá estava ele, a dar conversa a uma vizinha e o convite foi imediato . . . adega, pois claro!!! Provámos a bela da "giribita" e mais não quisemos, pois havia pessoal que ainda vinha a ressacar, eh eh eh!!! Fotos, não há, pois não gosto de tirar fotos em andamento. Os espalhanços que vi, nestas lides, ainda os tenho na memória. Parar, também não dá jeito, pois a malta …

"Down Town em Taxco - México"

Como a chuva e o vento me inibem de pedalar, aí vai mais um pequeno vídeo, para descontrair!!
<>
Um pouco diferente, mas espetacular!!!
<>

<>
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos
. . . ou fora deles.
AC

"Para descontrair"

"Neste pequeno interregno, enquanto a chuva substitui o sol . . . uma mirada neste belo trilho, para descontrair!!!" Fiquem bem. Vêmo-nos nos trilhos . . . ou fora deles. AC

"Pedalada à chuva"

Depois do "puxanço" de ontem, nada melhor que uma voltinha de recuperação activa, como mandam as regras. Ontem, combinei com o Silvério a voltinha de hoje, se não chovesse!!! Tudo bem. Pelas o8h30, espreitei à janela e não chovia, apesar do dia bastante cinzento e a ameaçar chuva. Mas não havia de ser nada. Poderia ser que não chovesse. Logo para começar o dia, tive dois furos, ainda dentro da garagem. O Silvério que já me esperava junto ao Modelo, acabou por vir a meu encontro. Saímos já pelas 09h45 e fomos beber o cafézinho matinal a S. Miguel D'Acha, ao café da D. Maria. Até aqui tudo bem, não choveu. No entanto, quando começámos a descer para a ponte da Ribeira de S. Miguel, a chuva começou a aparecer. À passagem pela Orca, o destino estava marcado. Iamos apanhar uma valente molha. Dito e feito. Foi em passo de corrida, ou melhor, em pedalada de corrida, que tentámos "atalhar" o tempo de chegada a casa. Passámos pelas Zêbras, Vale da Torre e Lardosa. A seguir a Alca…

"Rota do Alcaide"

Hoje, a aventura, decorreu na bonita Serra da Gardunha, onde este ano quero fazer umas quantas incursões. Quero conhecer melhor a Serra da Gardunha!!! E vou fazê-lo!!! Pelas 07h15 fui buscar o Silvério com a minha "ramona" e rumámos ao Fundão. Chegámos pelas 07h45 e quase em passo de corrida entrámos na Pastelaria "Arte & Doce", junto ao local onde deixámos a viatura. Depois dum bolinho, ainda quentinho e um cafézinho, um abatanado para o Silvério, fomos então tratar das bikes. Estava uma manhã fria e com nevoeiro baixo na zona do Fundão, que nos manteve arreganhados durante a primeira hora, dando depois lugar a uma linda manhã primaveril. Saímos do Fundão pela Quinta do Padre Leal e Quinta das Nogueiras, em direcção a Valverde. Passámos a aldeia e pela Grade de Ouró, chegámos ao Carvalhal, pedalando por trilhos de baixa dificuldade, pela Azenha Nova e Chãos, até chegarmos às Donas. Aqui, a primeira difuldade do dia, com a subida pela zona dos Folhadeiros e da Serra, …