Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2011

"Aniversário SelindBtt"

Decorreu neste domingo, mais um aniversário do Grupo SelindaBtt, sediado na Vila da Sertã. Um grupo de rapaziada excelente e bom organizador de eventos de btt, já com provas dadas, desde a sua criação. Que o diga quem costuma participar, ou já participou, na Descida do Picoto, ou no Raid XL. Este ano, acompanharam-me os amigos Silvério, João Afonso e João Caetano, também eles convidados pelo grupo. À chegada á Sertã, a animação já era notória, com música ambiente na Avenida da Carvalha e já muita rapaziada por ali espalhada, na preparação das bikes e outros, no snack bar, a aconchegar o corpinho. Foi bom rever bastantes amigos, espalhados por outros recantos e conviver neste ambiente de sã camaradagem, onde a animação é garantida. Depois de reunida toda a malta, lá partimos para os trilhos, já perto das 09h30. Subidas na Sertã, é quase um ex-libris e descidas, também as há para todos os gostos. Agora, single tracks . . . lindos, magníficos, adrenalínicos, arrebatadores, foi o mote do passeio…

"Vila Velha de Rodão"

Apesar da chuva anunciada, o S. Pedro brindou-nos com uma manhã solarenga, apesar de algo fria. Junto à rotunda do Modelo, compareceram hoje para a voltinha de fim de semana, eu, AC, o Silvério, o Jorge Palma, o Pedro Barroca e o Fernando. Saímos pelas 09h10, desta vez com rumo a Vila Velha de Rodão, pela antina N.18. Em Vila Velha, parámos na padaria na zona industrial, para a matinal dose de cafeína. Subimos seguidamente à vila, em direcção a Alvaiade, onde entrámos no velho IP2, em direção a Castelo Branco. Com chegada pelas 11h55 e 65 kms pedalados, efetuámos ainda uma derradeira paragem no bar da Associação do Valongo, para uma "sossegazinha e dois dedos de conversa". <> Fiquem bem Vêmo-nos nos trilhos . . .ou fora deles. AC

"S. Miguel D'Acha"

Mais um voltinha rotineira, hoje na companhia do Marco, do Micaelo, do Filipe, do Fernando e eu, AC, juntando-se ainda ao grupo, na recta do Lanço Grande, o "Ti João" dos Escalos e o Tó Pinto. Pelos Escalos de Baixo e de Cima, rumámos a S. Gens, para afrontarmos a única dificuldade do dia, a subida da Serra de S. Miguel. Parámos na aldeia, no café da Dª. Maria, para o cafézinho matinal e à mesa do café, pormos a conversa em dia. Saímos depois, pelo velho estradão alcatroado, que liga S. Miguel a Oledo e daí, de novo a S. Gens, onde percorremos o mesmo percurso, agora em sentido inverso, de regresso a Castelo Branco. deixámos o Ti João nos Escalos de Baixo e chegámos á cidade, com 71 kms pedalados á boa maneira cicloturistica. O frio tarda em abandonar-nos. As fotos . . . essas, vão ficando adiadas, pois tirar as luvas para "disparar", neste caso, o telemóvel, não me agrada muito, por isso, ficamo-nos pela prosa. <> Fiquem bem. Vêmo-nos nos trilhos . . .ou fora deles. A…

"Tinalhas"

Com a manhã um pouco menos friorenta e com a ausência do vento gélido dos dias anteriores, compareceram junto ao Modelo, o Marco, o Filipe, o Fernando e eu, AC, para umas pedaladas calmas e descontraidas, que nos vão mantendo o cabedal, mais ou menos nivelado. Combinámos ir injetar, via oral, a matinal dose de cafeína ao café Ginja, em Tinalhas. Saímos pelo antigo triângulo, em direcção a Caféde e no alto do Salgueiro virámos à direita para o Juncal e Freixial do Campo e, pouco depois Tinalhas, onde efectuámos a paragem programada. Depois da conversa sempre animada e das brincadeiras do costume, saímos em direcção à Barragem da Marateca, que circundámos, pelo antigo estradão, alcatroado hà uns anos a esta parte, até ao paredão. Um pouco antes do paredão, encontrámos o amigo Pinto Infante, que lá ia numa das suas voltinhas exploratórias, em busca de mais alguma vereda, para o seu já famoso baú. Dois dedos de conversa e despedimo-nos, rumando agora em direcção aos Escalos de Cima, onde encon…

"Carapetosa"

Hoje, pela manhã e assim que assomei à rua, até as orelhas murcharam! Estava mesmo um frio de rachar e um vento gélido e bastante incomodativo. Ainda assim, eu e o Pedro Barroca, fomos dar a voltinha matinal de fim de semana em Btt. Saímos pelas 08h e planeámos ir hoje fazer uma passagem pela bonita Aldeia da Carapetosa, situada em local altaneiro e paralela à sua vizinha Ferrarias, na outra margem do Rio Ocreza. Apontámos o azimute à Caseta dos Maxiais, onde cruzámos a estrada para o outro lado, encostando-nos à A23, até ao apeadeiro do Retaxo. Passámos a ponte sobre a via férrea e dirigimo-nos ao Casal Farinheira, uma quintarola em tempos abandonada e por onde eu costumava passar para os eucaliptais, em direcção à Carapetosa. Agora, a citada quinta já foi recuperada e toda aramada, com portões em todas as suas entradas/saídas, não sendo já possível efectuar aquele trajecto. Ainda, duma forma sumária, eu e o Pedro demos por ali uma pedaladas, em busca duma passagem sobre o profundo vale, m…

Soalheira e Marateca"

Oito companheiros arreganhados, compareceram hoje junto ao Modelo, para a voltinha asfáltica. Eu, Silvério, Nuno Eusébio, Marco, Jorge Palma, Alvaro, Joaquim Cabarrão e Fernando. Cerca das 09H15 fizémo-nos à estrada, rumo à Soalheira, para tomarmos o cafézinho matinal no Café do Cravo. Apesar da manhã nos brindar com um sol brilhante, este não aquecia a rapaziada, que mal falava derivado ao "briol" que e fazia sentir. E então na passagem do "frigorífico" (zona do P. Campismo), o silêncio era total. Passámos a Zona Industrial de Alcains e a seguir à rotunda da Lardosa, virámos à esquerda para a Barragem da Marateca, sempre bonita e com paisagens abrangentes. Desta vez não fomos por S. Fiel, mas sim, pela "estradinha", que segue entre quintas até ao largo na Soalheira, onde parámos no café indicado. Já aconchegadinhos e sempre na reinação, como é hábito neste grupo, seguiu-se a foto de grupo. Rumámos seguidamente à Póvoa de Rio de Moinhos pela estrada que passa ao…

"Vale das Quedas"

Hoje fui dar uma voltinha com a minha CX, aproveitando a manhã solarenga, apesar do vento frio que se fazia sentir. Sai pelas 09h30 e resolvi ir tomar o pequeno almoço à Padaria Canelas, na Aldeia dos Amarelos. Saí da cidade pelo Valongo rumando à zona dos Maxiais. Cruzei a ponte sobre a via férrea e pedalei no estradão paralelo à A23, até ao apeadeiro do Retaxo. Passei no eucaliptal que antecede os Amarelos e parei na padaria. Depois do panike de chocolate, do sumo e um cafézinho no final, pedalei pelos trilhos habituais, até à Serração das Sarnadas e passei sob a A23, virando o azimute ao Vale das Quedas, onde me diverti na diversidade de trilhos que por ali abundam. Subi depois às Olelas, diverti-me nos singles e lá no alto, fiz uma paragem de contemplação, para apreciar a magnífica vista sobre Castelo Branco e aldeias limítrofes e desci, rumando seguidamente á cidade, passando ainda pelo Maxiais. Foram 40 kms a solo, onde usei e abusei da minha CX, companheira das voltas solitárias. <…

"Azenha de Cima"

Hoje, juntaram-se na Rotunda do Modelo, eu, o Micaelo, o Marco, o Fernando e o Joaquim Cabarrão. o Micaelo foi hoje o elemento encarregado de definir a volta, ficando decidido irmos tomar o cafézinho matinal à Azenha de Cima. Saímos em direcção às Sarzedas, com passagem na Taberna Seca, Vilares de Cima e Cabeço do Infante. À saída de Sarzedas, voltámos à direita para a Azenha, onde parámos no único café existente. Tomámos café, brincámos um pouco e montámos de novo as bikes, para pedalarmos pelo vale, com passagem por Vale Maria Dona, Grade, Pousafoles e Vale Ferradas. Entroncámos seguidamente na estrada que nos levaria a Castelo Branco, passando ainda pelo Salgueiro do Campo. 61 kms pedalados numa manhã amena e solarenga, na companhia dum grupo divertido. <> Fiquem bem. Vêmo-nos nos trilhos . . .ou fora deles. AC

"Uma visita ao Vale de Prande

Hoje a volta tinha sido combinada para ser de asfáltica. Contudo, o denso nevoeiro que caíu sobre a cidade, levou-me a mudar de ideia. Contactei o Mike e o Marco, os companheiros confirmados para hoje, e informei-os que com este nevoeiro não ía para a estrada, convidando-os a trocar a asfáltica pela de Btt. Ambos acederam e estava criado o mote, para uma volta de btt, com um acumulado adequado para esta altura do ano, isto, na parte que me toca. Saímos da cidade pelo Pinheiro Manso e Pedra da Légua, em direcção às passadouras da Rabaça. Passámos Alcains e dirigimo-nos às passadouras, mas, surpresa nossa, quando chegámos ao local e não as encontrámos. E esta heim!!! Estavam completamente submersas, sob o forte caudal que o Rio Ocresa levava hoje, possivelmente, derivado a alguma descarga na Barragem da Marateca. Inversão de marcha e voltámos à Fábrica das Rações, contornando a rotunda junto à zona Industrial de Alcains e virámos à esquerda, na seguinte, em direcção à Póvoa de Rio de Moinhos…